Empresa de coleta de lixo (ARBOR) do município, usando dois CNJP, dá calote em Divinópolis


O vereador e presidente da Câmara, Adair Otaviano, ao usar o plenário na reunião de quinta (03), denunciou que a empresa que faz a coleta de lixo na cidade de Divinópolis, ARBOR, age de má fé, ao ter dois CNPJ, um que fica limpinho, e o outro para fazer compras de fornecedores, em que ela fica devendo, e citou o nome de inúmeras empresas, que até então, estão sendo lesadas pela empresa contratada pela Prefeitura. O edil listou as seguintes empresas, credoras da ARBOR: GP Lubrificantes Pneus, R$ 5.560; Chassis Super Truck, R$ 4 mil reais; Auto molas Divinópolis, R$ 5.357; Auto Elétrica do Divino R$ 2.222,00 e JB Auto elétrica, R$ 1.135,00; até então, totalizando uma dívida de R$ 18 mil reais – O vereador explicou que a Prefeitura está pagando a prestação de serviços em dia, dando as datas e os valores: em 17/02, pagou R$ 255 mil reais; 20/3, R$ 459 mil reais e em 7/4, R$ 372 mil reais – A Arbor assumiu a coleta de lixo em 1º de maio de 2016 quando venceu a licitação, disputando com outras empresa, incluindo a Biostec que pertence ao mesmo grupo da Viasolo, que prestava serviço anteriormente – Como o tempo regimental de Adair Otaviano não foi suficiente, ele prometeu dar continuidade a denúncia que recebeu, na reunião da próxima terça-feira (08)

Um comentário em “Empresa de coleta de lixo (ARBOR) do município, usando dois CNJP, dá calote em Divinópolis

  • 9 de novembro de 2017 em 01:56
    Permalink

    Verdade!! Um absurdo mesmo.
    No momento os funcionários estão sofrendo pelo atraso de pagamento e até as férias funcionario saindo sem receber . Tbem com fgts atrasados. E para piorar, os caminhões estão em péssimas condições de uso. Podendo levar riscos os fincionarios e para população. Isso precisa Mudar!!!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.