COPASA emite debentures para captar R$ 480 milhões a serem aplicados em Divinópolis, Montes Claros, Sabará e Belo Horizonte


De acordo com informações da Assessoria de Imprensa do deputado federal Domingos Sávio, com a presença da bancada federal do PSDB de Minas Gerais, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, assinou autorização para que a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) emita debêntures incentivadas para a captação de R$ 480 milhões no mercado financeiro. A portaria foi assinada nesta terça-feira (11/07). Os recursos serão destinados a projetos que somam R$ 515 milhões, em obras nos municípios de Montes Claros, Divinópolis, Sabará e Região Metropolitana de Belo Horizonte – Além de Domingos Sávio estiveram presentes os senadores, Aécio Neves e Antônio Anastasia, os deputados Marcos Pestana, Paulo Abi-Ackel e Rodrigo de Castro – “Esses cerca de R$ 500 milhões que serão captados pela Copasa possibilitarão a ampliação de obras de abastecimento de água seja na Região Metropolitana de Belo Horizonte ou em Montes Claros, que vive um problema hídrico já de muitos e muitos anos e também obras de tratamento de esgoto nas regiões de Sabará e Divinópolis. São obras estruturantes cujos projetos se iniciaram ainda no governo do hoje senador Anastasia e que, agora, têm prosseguimento a partir desta ação republicana do governo federal de apoiar Minas Gerais”, disse Aécio Neves, após assinatura da portaria. 

Infraestrutura saneamento
A autorização para a Copasa captar no mercado financeiro faz parte de um programa de incentivos fiscais do Ministério das Cidades para projetos de infraestrutura de saneamento. Os recursos serão usados em obras de implantação de captação de água no Rio Paraopeba na Região Metropolitana de Belo Horizonte, construção de um novo sistema de abastecimento de água em Montes Claros e ampliação da cobertura de coleta e tratamento de esgoto em Divinópolis e Sabará.

“É um montante muito relevante que se dá obviamente pela capacidade e a importância da empresa, considerada uma das mais importantes do Brasil, mas um processo acompanhado de perto pelos senadores e pela bancada de Minas Gerais”, afirmou o ministro. Ele destacou também a construção de novas unidades habitacionais em Minas Gerais. “O programa estava paralisado desde 2014 e nas próximas semanas teremos anúncio de novas unidades habitacionais em Minas.”

Projetos contemplados:
– Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Divinópolis. Consiste na ampliação do SES Itapecerica e implantação do SES Ermida, passando a cobertura de coleta de esgotos de 82% para 100% e cobertura de tratamento de 0% para 100%.

– Ampliação Sistema de Abastecimento de Água (SAA) da Região Metropolitana de Belo Horizonte – Sistema Produtor Paraopeba/Manso. Obras para a captação de água e execução de 5,7 km de adutora, com intervenções no município de Brumadinho.

– Ampliação do SAA de Montes Claros. Será implantado novo sistema de abastecimento de água (SAA Pacuí) para enfrentar a situação de escassez hídrica que o município vem enfrentando, sem chuvas significativas desde fevereiro de 2016.

– Ampliação do SES de Sabará. Além de ampliar a cobertura de coleta de esgoto de 68% para 100% e tratamento de 0% para 100%, o empreendimento prevê a reversão dos esgotos coletados para tratamento nas ETE Arrudas e ETE Onça, em Belo Horizonte.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, destacou também a construção de novas unidades habitacionais em Minas Gerais.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Domingos Sávio

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.