MORADORES de bairros em MANIFESTAÇÃO, afirmam que CAIXA e PREFEITURA fazem JOGO DE EMPURRA sobre obras do PAC



Comece a entender o caso, através do link abaixo:

 

{youtube}IdjgKERBrMk{/youtube} 

A seguir, veja a resposta do superintendente da Caixa Econômica Federal, Marcelo Bonfim, explicando que o contrato que deveria asfaltar os bairros que eles reclamam, é o contrato número 0228576-74/2008, de saneamento integrado, que foi celebrado com o município em 28 de abril de 2008, ainda na administração do ex-prefeito Demetrius Arantes.

O oficio da Caixa, assinado por Marcelo, deixa claro que o objeto do contrato é, ou era execução de rede de esgotamento sanitário, drenagem pluvial e pavimentação de vias, em diversos bairros da cidade, inclusive no São Simão, que foi quem reclamou diretamente com a Caixa e peticionou uma denúncia também no Ministério Público.

{youtube}lX-0Ci5FoEk{/youtube} 

A seguir o superintendente explica, em parte, o andamento do contrato, relatando que o projeto apresentado pela prefeitura foi aceito, ainda em 2007, na administração de Demetrius. E segue dizendo que o município optou por separar as obras em duas etapas, sendo uma delas (etapas) atendida por um processo licitatório. Contudo, Marcelo não deixa claro como se deu tal separação e em que data. A explicação fica nublada, com sombras. E isto foi o entendimento do próprio John e os demais moradores.

O processo licitatório da etapa 1, segundo o oficio da Caixa, teve autorização de início de obras em julho de 2008 (No Governo Demetrius). Outra dúvida foi levantada: que etapa é esta? Quais bairros foram contemplados nesta etapa? E qual empresa ganhou este processo?

O oficio segue explicando que a etapa 2, que previa a pavimentação do itinerário de ônibus do São Simão, teve a autorização de início das obras, em outubro de 2012 (após as eleições que reelegeu Vladimir para o segundo mandato). Que as obras foram paralisadas em dezembro de 2013 (Portanto nesta fase teria sido cerca de um ano e dois meses após o início). E que atingiu o valor de R$ 23.361.106,21 (Vinte e três milhões, trezentos e sessenta e um mil, cento e seis reais e vinte um centavos), equivalente, segundo o oficio, a 48,79% dos serviços executados.

A Caixa não foi clara para os moradores, e eles sentiram falta desta explicação, que outros bairros beneficiados e com que valores.

O oficio é finalizado com a explicação que a obra foi paralisada e que foi feita uma nova reprogramação financeira esperando uma nova licitação para uma nova empresa. E que no quadro atual a Caixa esta aguardando que a prefeitura apresente alguns documentos, entre eles a comprovação do distrato com a empresa que chegou a executar parte das obras. Ainda, segundo Marcelo, a Caixa tem realizado constantes reuniões com a prefeitura, no sentido de retomar as obras, após nova licitação.

Os moradores que acompanham in loco, as obras em diversos bairros, simplesmente estão sentindo “que alguém está falando mentiras”, e eles não sabem quem, se é a Caixa ou a Prefeitura, ou os dois. Por isso recorreram ao Ministério Público, na esperança de esclarecer os fatos e que os problemas dos seus bairros sejam resolvidos.

Veja a seguir o óficio que a CAIXA enviou para a ASSOCIAÇÃO DE MORADORES

 

Agora leiam o release que a Prefeitura de Divinópolis enviou para os meios de comunicação, sobre o encontro que ocorreu na manhã desta última sexta-feira, ainda na parte da manhã, com os moradores dos bairros que reclamam a inexistência de infraestrutura.

Prefeitura busca soluções compartilhadas com moradores do São Simão

Representantes da Prefeitura de Divinópolis se reuniram com moradores do Bairro São Simão na manhã desta sexta-feira (25/09). No encontro, ficou acertada uma visita dos técnicos da Prefeitura ao bairro na segunda-feira (28/09) às 8h30, para resolver, juntamente com a comunidade, soluções para pontos críticos de acesso ao bairro, principalmente no período de chuvas.

A presidente do bairro São Simão, Gleise Mara De Jesus, explicou para os representantes da prefeitura as dificuldades em dias de chuva para se chegar ao bairro. Ficou acertado com o Secretário de Operações Urbanas, Dreyfus Rabelo e o diretor da Empresa de Obras Públicas (Emop), João Luis de Oliveira, uma visita ao bairro, onde a comunidade apontará os pontos mais críticos com o objetivo de medidas paliativas emergenciais até que chegue em definitivo a infra-estrutura de pavimentação.

“A melhor forma de saber as demandas da comunidade e ir até ela. Estamos comprometidos e sabemos das dificuldades do bairro e vamos tentar resolver juntos a situação. Os moradores têm todo direito de reclamar e cobrar”, afirmou João Luis.

Também foi explicado sobre o processo de pavimentação da linha de ônibus do bairro prevista para meados do próximo ano. Ficou acertado entre a Prefeitura e os moradores do São Simão, o agendamento de uma reunião com a Caixa Econômica Federal para numa mesa mais ampla tentar a agilidade de projeto que prevê a pavimentação na comunidade.

O secretário de Governo Honor Caldas propôs que se formasse uma comissão mista de membro da prefeitura e do bairro. “É necessário a que a comunidade esteja junto com a Prefeitura, assim ela conhece como são os trâmites, o processo e consegue repassar aos demais moradores. O interesse nosso é ter tudo resolvido e com a colaboração de todos poderemos tornar o processo mais claro e rápido”, ressaltou o secretário.

Segundo o engenheiro da Usina de Projetos, Leonardo Gomes, o processo está na Caixa desde 19 de junho para reprogramação dos recursos. “Esperamos que com essa reunião com a presença dos moradores nos possamos adiantar alguma coisa para resolver logo a situação do bairro” afirmou.

Ainda participaram da reunião o Secretário de Governo , Honor Caldas, o Secretário de Operações Urbanas, Dreyfus Rabelo, o Diretor de Relações Comunitárias, Hélio Alves Barros, o Chefe de Gabinete, Walon Delano, a professora e presidente do Sindi-Ute, Maria Aparecida de Oliveira, o vice presidente da Associação Comunitária do Bairro São Simão, John Anderson Cardoso e uma comissão de moradores do local.


 

Veja os vídeos da manifestação que os moradores dos bairros realizaram. Fizeram a concentração na Praça da Catedral, desceram pela Avenida Primeiro de Junho, até a porta da Prefeitura

{youtube}1EyJbZPkayo{/youtube}   

{youtube}qXycqh8fOJg{/youtube}  
 
{youtube}4i0sidpeqvg{/youtube}    {youtube}eGOngssOmNA{/youtube}   

   
   

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK