COMISSÃO DA VERDADE: vereador do PMDB desobedece a recomendações do líder de partido oposição e vota seguindo orientações governista


O projeto começou a tramitar em abril. E, depois de todo este tempo Hilton pediu 60 dias para dar uma olhadinha. Anteriormente vários vereadores já pediram sobrestamento, vistas, acrescentaram emendas.
O autor do projeto, vereador Edson Sousa, tem certeza que existem forças invisíveis que não deixam o projeto ser votado, e, muito menos aprovado. Pensa que ao final da legislatura vão acabar por arquivá-lo. Edson está encarando que diante de tantas armações o projeto está se tornando a “Comissão da Mentira”.

A verdade em Divinópolis é obscura e dói. Em outro episódio de rebeldia partidária o presidente da agremiação em Divinópolis, Fausto Barros, afirmou que estava observando o comportamento de Hilton de Aguiar. Entretanto desta vez não conseguimos contato com ele.

No plenário da Câmara existe uma inversão político/ideológico, um peessedebista que não é legitimo está mais para “tucano paraguaio”, Beto Machado e um “peemedebista chinês”, que gosta de se esconder no ninho tucano, Hilton de Aguiar.

Os pares de Hilton de Aguiar, dizem que nunca viram a rapidez que um novato aprendeu as artimanhas políticas das barganhas, de criar dificuldades para “vender” facilidade.

Lider do PMDB orienta vereador que ignora liderança
 

{youtube}-zgqKG8zq2k?version=3{/youtube}

Autor do projeto critica vereador especialista em pedir sobrestamento
{youtube}qJ-tdojPCCE?version=3{/youtube}

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

COMENTÁRIO SEM IDENTIFICAÇÃO DO FACEBOOK